Por favor ative o JavaScript

Blog

Dores provenientes do trabalho: como evitá-las?

Dores provenientes do trabalho: como evitá-las?

abril 09, 2019

No último domingo, dia 7 de abril, foi comemorado o Dia Mundial da Saúde. Dentre os ambientes que podem afetar a nossa saúde, o qual trabalhamos pode ser a razão de várias dores no nosso cotidiano. Elas não vêm apenas de trabalhos mais pesados, mas também de trabalhos repetitivos ou em escritório. Por isso, vamos falar sobre elas e dar algumas dicas de como evita-las. Assim você pode melhorar a sua qualidade de vida.

Dores relacionadas ao trabalho não é algo novo.

Ao contrário do que se pensa, as dores relacionadas ao trabalho existem desde a antiguidade. Elas já eram registradas pelos escribas, que inclusive falavam desse problema em relação a sua própria função.  Eles relatavam ser afligidos por dores em decorrência do esforço repetitivo para registrar os pensamentos e vontades de nobres da época, sempre atentos para não cometerem erros.

A partir da Revolução Industrial, dores decorrentes do trabalho ficaram mais comuns devido ao desequilíbrio entre a tarefa exigida e a capacidade do trabalhador. Posteriormente, com a modernização do trabalho após a metade do século XX, tais problemas começaram a adquirir um número cada vez maior. O motivo foi o entendimento de que trabalhos mais leves também podem prejudicar o trabalhador se forem mal executados.

Para quem trabalha em escritório, o fato de ficar sentado o dia todo de frente o computador também pode causar dores bastante incomodas. De problemas de postura a dores crônicas, é importante conhecer quais podem ser esses problemas e como evitá-los. Assim, todos podem ter um melhor aproveitamento do seu dia e ter uma melhor qualidade de vida.

Quais as dores mais comuns?

Entre as diversas dores que podem surgir, as mais comuns são as dores de cabeça, nas costas, nas mãos, nos ombros e nos pescoço, nos pés e nas pernas.

  • Dores de cabeça

As dores de cabeça são comuns no cotidiano de vários brasileiros e brasileiras. Podem ser causadas por diversos fatores. De uma gripe a um local de muita tensão, ou alta carga de trabalho, ou ansiedade e estresse. Portanto, para descobrir o seu motivo, é muito importante observar como tem sido a sua rotina de trabalho. Igualmente, é interessante sempre ter uma boa noite de sono, fazer exercícios regularmente e ter uma alimentação balanceada.

  • Dores nas costas

Dores nas costas são as mais comuns e também o maior motivo para afastamento do trabalho nos últimos anos, segundo dados do Ministério Público do Trabalho. Ela pode ser causada por postura incorreta, ficar muito tempo em pé com a coluna inclinada, sentar-se em cadeiras com encosto e altura incorretos. Por isso, como prevenção, é importante fazer exercícios físicos para fortalecer a musculatura. Além de procurar ter móveis ergonômicos no trabalho e ter uma vida menos sedentária.

  • Dores nas mãos

Já as dores nas mãos, e até mesmo nos punhos, são comuns em alguns trabalhadores. São causadas, principalmente, por funções que exigem movimentos repetitivos. Ou por trabalhar em posições inadequadas, como ficar com os punhos suspensos para mexer com o mouse, gerando esforço desnecessário. Para evitá-la, a melhor forma é manter os punhos apoiados e em posições corretas, assim como fazer exercícios físicos regularmente.

  • Dores nos ombros e nos pescoço

As dores no pescoço e nos ombros também fazem parte do cotidiano do trabalho. Elas podem ser causadas por contração involuntária dos músculos atrás do pescoço, estresse, ansiedade, entre outros. Para evitar ter esse tipo de dor, é interessante fazer um tratamento preventivo com atividades físicas específicas para essa região. Também é preciso ficar atento à postura no dia a dia e evitar o excesso de trabalho, pois pode causar estresse e tensão.

  • Dores nos pés e nas pernas

As dores nas pernas e nos pés são bastante comuns para pessoas que ficam por muito tempo em pé ou que estão em lugares muito quentes. Esse tipo de dor pode atingir todas as idades e gêneros, mas é mais comum em mulheres. A melhor forma de evitá-la é não ter uma vida sedentária, procurando fazer atividades físicas regularmente.

Para amenizá-las, a dica é atividade física

Em todos os casos, tanto para evitá-las quando para amenizá-las, a dica é ter uma vida saudável. A prática regular de atividades físicas, assim como evitar uma alta carga de trabalho e prestar atenção na postura do dia a dia são dicas importantes. Ainda, é preciso ter móveis ergonômicos, com cadeiras e mesas na altura correta. Assim, será possível evitar dores futuras e ter uma melhor qualidade de vida.

Fonte da Imagem: People photo created by freepik – www.freepik.com

Posts relacionados

abc