Por favor ative o JavaScript

Blog

Mudanças no marketing para o ano de 2019

Mudanças no marketing para o ano de 2019

fevereiro 26, 2019

Para se diferenciar da concorrência e aumentar os lucros de um negócio, é preciso ter conhecimento em marketing

No entanto, essa ferramenta, como todas as outras de propaganda, mudam rapidamente e é preciso estar antenado às novidades para continuar lucrando e manter-se como referência no mercado.

O sócio e diretor da Gráfica Online Eskenazi, uma empresa com mais de 60 anos de experiência no ramo de impressões gráficas, Roberto Eskenazi lista quais as principais mudanças no marketing para 2019 e como se manter sempre atualizado:

  1. Criar as próprias soluções em marketing

O marketing, seja ele digital ou tradicional, tem se mostrado uma ferramenta de extrema importância para a sobrevivência de uma empresa, independentemente do ramo de atuação. Com a concorrência crescendo a cada dia – segundo o Sebrae, são abertas mais de 5 mil empresas em todo o Brasil – é preciso encontrar meios de se diferenciar e aumentar os lucros de um negócio, algo que só é possível com as corretas estratégias de marketing.

Uma mudança que vem sendo percebida no marketing para 2019 são as empresas, principalmente as pequenas, buscando cada vez mais desenvolver suas próprias soluções em marketing.

Uma prova disso é o crescimento no número de pessoas que buscam cursos na área. Segundo estudos conduzidos pelo Gartner, nos próximos 4 anos, a tecnologia será um dos principais investimentos das empresas.

“Com a maioria das novas empresas sendo pequenos negócios, os donos acabam assumindo por si só as responsabilidades de melhorar sua forma de fazer marketing. Ao buscar cursos na área, eles conseguem aplicar em suas empresas o que aprendem em sala de aula”, explica Roberto.

Segundo o empresário, as soluções personalizadas têm resultados muito positivos, pois os donos do negócio conhecem as demandas de suas empresas e sabem o que fazer para conquistar novos clientes via propaganda.

  1. Emprego de estratégias de SEO

O SEO, uma ferramenta de otimização de conteúdos para sites, ganhou ainda mais importância no marketing para 2019, com todo o material produzido em cada página ou rede social pensado para atrair mais visitantes para o site de uma empresa.

Com esse cenário, o sócio da gráfica online explica que os produtores de conteúdo de sites corporativos estão aprimorando cada vez mais o conteúdo produzido, a fim de aumentar seus resultados orgânicos, ou seja, aqueles que são direcionados ao site via buscadores, como o Google.

“Em um universo em que a tecnologia muda a cada dia, é preciso inovar e estar sempre pronto para aumentar a qualidade de seu trabalho. Com motores como o Google sendo repaginados constantemente, nossas ferramentas para a implementação de SEO também precisam mudar. O trabalho é contínuo”, afirma.

  1. Pesquisa por voz

Um fenômeno que vem sendo percebido no marketing em 2019 é o aumento no uso de ferramentas que realizam buscas por voz, seja por smartphones ou mesmo em desktops.

Diariamente, um terço da buscas via Google é feita por voz, segundo o portal Thee Design. Para acompanhar essa tendência, que cresce cada vez mais, é necessário aprimorar o uso do SEO, levando em consideração as mudanças de idioma e semântica de cada usuário.

“Usar expressões de busca mais simples e que façam parte do vocabulário regional pode aumentar os seus resultados, melhorando os resultados orgânicos e permitindo que a sua empresa fique na vanguarda do marketing em 2019”, pontua o sócio da Gráfica Online Eskenazi.

  1. Chatbots

Os robôs são uma tendência cada vez maior e, para 2019, eles vieram para ficar no marketing digital. Seja por economia ou praticidade, o uso desse meio de comunicação com os clientes aumenta consideravelmente e deve ser 80% dos atendimentos em 5 anos.

Para Roberto Eskenazi, as empresas que desejem se adequar a essa mudança no marketing precisam, primeiro, desenvolver ferramentas que permitam a integração dos robôs com suas estratégias de comunicação e de propaganda.

No entanto, ele chama a atenção para que as empresas não substituam o atendimento humano. “Embora estudos mostrem que 45% das pessoas prefiram conversar com robôs, o acolhimento humano ainda faz o diferencial. Mesclar essas duas tecnologias pode ser uma solução em curto prazo”, conclui.

Fonte: Portal Terra

Fonte da Imagem: Business photo created by rawpixel.com – www.freepik.com

Posts relacionados

abc